Com origem nas Antilhas, América Central e norte da América do Sul, a árvore, cujo fruto é a acerola, recebe o nome de aceroleira, e é também apelidada de cerejeira-das-antilhas.

É um arbusto de folhas perenes e ramificação muito intensa, rústico e resistente, que se espalhou por várias áreas tropicais, subtropicais e até semiáridas. Por causa destas características, a acerola é uma excelente escolha para bonsai, em qualquer região do Brasil. Seu fruto é rico em vitamina C. Sua folhagem é abundante e lustrosa, e suas flores pequenas exalam um perfume adocicado.

Se você precisar de ajuda para identificar sua árvore, experimente o nosso guia de identificação de árvores de Bonsai.

 

Acerola

Transplante de bonsai de Acerola. Retirada de terra, desembaraço e poda das raízes. 
Fonte: 2º Encontro de Bonsai de Aracruz.

 

Acerola (Bonsai de Malpighia glabra)

Posição de bonsai de Acerola: O bonsai de Acerola deve ficar num local onde receba sol diretamente em suas folhas, mas que seja bem ventilado. Assim como outras frutíferas, a Acerola tem sua floração e frutificação favorecidas pela exposição direta ao sol.

Rega: Regue seu bonsai de acerola com frequência durante todo o ano, mantendo-o sempre úmido, mas não exagere na rega. No calor, é interessante também molhar a copa, suas folhas e galhos. A frequência da rega vai depender muito da observação constante que você fizer, tanto do clima quanto da umidade da terra..

Alimentação: A Acerola deve ser adubada na primavera e no final do outono. Não adube em épocas de floração. Use sempre as dosagens recomendadas nas embalagens dos produtos, pois a Acerola é sensível à adubação em excesso, principalmente nas épocas não adequadas. Os adubos os orgânicos ricos em Fósforo (P) são os mais indicados. Para estimular a frutificação, coloque um pouco de adubo NPK.

Poda: A poda de manutenção do bonsai de Acerola é feita através do corte dos brotos novos que surgirem perto das raízes, bem como dos galhos novos que venham a competir com galhos maiores já existentes. As podas mais drásticas devem ser feitas no início da primavera.

Transplante: A troca de terra da Acerola deve ser feita uma vez por ano, ou a cada dois anos, normalmente no princípio da primavera, depois da floração. A terra não pode ter muita matéria orgânica, pois ela acumula muita água. A Acerola gosta de terra calcária. No transplante, a poda das raízes não deve ultrapassar 20% de seu volume, e nunca lave as raízes.

Propagação: A aceroleira se multiplica por estaquia de ponteiro, enxertia ou por sementes. Adquira mudas de boa procedência para ter plantas sabidamente produtoras de frutos de boa qualidade.

Para obter informações mais detalhadas sobre estas técnicas, experimente nossa seção de cuidados de árvores de Bonsai.

 

 

Acerola Bonsai

Acerola Bonsai

Bonsai de Acerola com frutos. 
Fonte: World Bonsai Convention 2009 — The Art of Bonsai Project.