Ao longo dos anos, muitos estilos para classificar árvores de Bonsai têm avançado, refletindo circunstâncias muito semelhantes às encontradas na natureza.. Estes estilos são abertos à interpretação e criatividade pessoal, o que significa que as árvores não precisam necessariamente obedecer a nenhuma forma.

Ainda assim, os estilos são importantes para obter uma compreensão básica das formas e devem servir como orientação para treinar com sucesso as árvores em miniatura.

 

Estilo de Bonsai Hokidachi (vassoura)

Estilo de Bonsai Hokidachi (vassoura)

O estilo vassoura é adequado para árvores de folhas caducas com ramificação fina extensa. O tronco é reto e na posição vertical e não continua até o topo da árvore; ele se ramifica em todas as direções até cerca de 1/3 da altura da árvore. Os ramos e as folhas formam uma coroa em forma de bola, que também é uma vista impressionante durante os meses do inverno.

Estilo de Bonsai Chokkan (ereto formal)

Estilo de Bonsai Chokkan (ereto formal)

O estilo ereto formal é uma forma muito comum de Bonsai. Este estilo frequentemente ocorre na natureza, especialmente quando a árvore é exposta a grande quantidade de luz e não enfrenta o problema de árvores concorrentes. Para este estilo, o afilamento do tronco de crescimento ereto deve ser claramente visível. O tronco deve, portanto, ser mais grosso na parte inferior e deve ficar cada vez mais fino com a altura. A cerca de 1/4 do comprimento total do tronco, a ramificação deve começar. O topo da árvore deve ser formado por um único ramo; o tronco não deve alcançar toda a altura da árvore.

Estilo de Bonsai Moyogi (ereto informal)

Estilo de Bonsai Moyogi (ereto informal)

O estilo ereto informal é comum tanto na natureza quanto na arte do Bonsai. O tronco cresce na vertical mais ou menos na forma de uma letra 'S' e em cada curva ocorre ramificação. O afilamento do tronco deve ser claramente visível, com a base do tronco mais grossa do que a porção mais alta.

Estilo de Bonsai Shakan (inclinado ou oblíquo)

Estilo de Bonsai Shakan (inclinado ou oblíquo)

Como resultado do vento que sopra em uma direção dominante ou quando uma árvore cresce à sombra e deve se dobrar em direção ao sol, a árvore vai inclinar-se em uma direção. Com Bonsai, o estilo inclinado deverá se desenvolver em um ângulo de cerca de 60 a 80 graus em relação ao solo. As raízes são bem desenvolvidas de um lado, para manter a árvore de pé. No lado para o qual a árvore é inclinada, as raízes claramente não são tão bem desenvolvidas. No lado para o qual a árvore é inclinada, as raízes são claramente não tão bem desenvolvidas. O primeiro galho cresce oposto ao sentido da árvore, a fim de criar uma sensação de equilíbrio visual. O tronco pode ser ligeiramente curvado ou completamente reto, mas continua a ser mais grosso na parte inferior do que na parte superior.

Estilo de Bonsai Kengai (cascata)

Estilo de Bonsai Kengai (cascata)

Uma árvore vivendo na natureza em um penhasco íngreme pode dobrar-se para baixo como resultado de vários fatores, como neve ou queda de pedras. Estes fatores fazem com que a árvore cresça para baixo. Com Bonsai pode ser difícil manter uma árvore crescendo para baixo, porque a direção do crescimento se opõe à tendência natural da árvore de crescer na posição vertical para cima. Os Bonsai tipo cascata são plantados em vasos altos. A árvore deve crescer na vertical para cima por um trecho pequeno, mas, em seguida, dobrar-se para baixo. A copa da árvore geralmente cresce acima da borda do vaso, mas os ramos subsequentes se alternam à esquerda e à direita nas partes externas das curvas de um tronco em forma de ‘S’. Estas ramificações devem crescer para fora horizontalmente, a fim de manter o equilíbrio da árvore.

Estilo de Bonsai Han Kengai (semi-cascata)

Estilo de Bonsai Han Kengai (semi-cascata)

O estilo semi-cascata, assim como o estilo cascata, é encontrado na natureza em penhascos e nas margens de rios e lagos. O tronco cresce na vertical por uma distância pequena e depois se curva para baixo/lateralmente. Ao contrário do estilo cascata, o tronco do semi-cascata nunca crescerá abaixo da parte inferior do vaso. A copa geralmente fica acima da borda do vaso, enquanto as ramificações subsequentes ocorrem abaixo da borda.

Estilo de Bonsai Bunjingi (literati)

Estilo de Bonsai Bunjingi (literati)

Na natureza, este estilo de árvore é encontrado em áreas densamente povoadas por muitas outras árvores e a concorrência é tão feroz que a árvore somente pode sobreviver crescendo mais alto que todas as outras à sua volta. O tronco cresce tortuoso para cima e é completamente sem ramificação, porque o sol só atinge o topo da árvore. Para se certificar de que ele pareça ainda mais resistente, alguns galhos são "Jineados" (sem casca). Quando a casca é removida de um lado do tronco, o tronco é chamado de "Shari". A ideia é demonstrar que a árvore tem que lutar para sobreviver. Estas árvores são muitas vezes colocadas em pequenos vasos redondos.

Estilo de Bonsai Fukinagashi (varrido pelo vento)

Estilo de Bonsai Fukinagashi (varrido pelo vento)

O estilo varrido pelo vento também é um bom exemplo de árvores que devem lutar para sobreviver. Os galhos, bem como o tronco, crescem para um lado como se o vento estivesse soprando a árvore constantemente na mesma direção. Os galhos crescem de todos os lados do tronco, mas, no final, todos serão curvados para um lado.

Estilo de Bonsai Sokan (tronco duplo)

Estilo de Bonsai Sokan (tronco duplo)

O estilo tronco duplo é comum na natureza, mas na verdade não é tão comum na arte do Bonsai. Geralmente ambos os troncos vão crescer de um único sistema de raízes, mas também é possível que o menor tronco se desenvolva a partir do tronco maior logo acima do solo. Os dois troncos vão variar em diâmetro e comprimento, o tronco mais grosso e mais desenvolvido cresce quase na vertical, enquanto que o menor tronco vai crescer um pouco inclinado. Ambos os troncos contribuirão para uma única coroa de folhas/copa.

Estilo de Bonsai Kabudachi (múltiplos troncos)

Estilo de Bonsai Kabudachi (múltiplos troncos)

Em teoria, o estilo múltiplos troncos é o mesmo que o estilo tronco duplo, mas com 3 ou mais troncos. Todos os troncos crescem de um único sistema de raiz, e é verdadeiramente uma única árvore. Todos os troncos formam uma coroa de folhas, em que o tronco mais grosso e mais desenvolvido forma o topo.

Estilo de Bonsai Yose Ue (floresta ou plantio em grupo)

Estilo de Bonsai Yose Ue (floresta ou plantio em grupo)

O estilo floresta se parece muito com o estilo multi-tronco, mas a diferença é que ele é composto de várias árvores em vez de uma árvore com vários troncos. As árvores mais desenvolvidas são plantadas no meio de um vaso grande e raso. Nas laterais, algumas árvores menores são plantadas para contribuir para uma única coroa. As árvores são plantadas não em linha reta, mas em um padrão escalonado, pois desta forma a floresta vai parecer mais realística e natural.

Estilo de Bonsai seki Joju (raiz abraçada à rocha)

Estilo de Bonsai seki Joju (raiz abraçada à rocha)

Em terreno rochoso, as árvores são forçadas a procurar um solo rico em nutrientes com suas raízes, que podem frequentemente ser encontradas em fendas e buracos. As raízes ficam desprotegidas até que atinjam o solo, onde devem se proteger do sol: uma casca especial cresce em torno delas. Com Bonsai, as raízes crescem sobre uma rocha dentro do vaso, de forma que cuidar desta árvore não é muito diferente de cuidar de qualquer outro estilo.

Estilo de Bonsai Ishisuki (crescimento em rocha)

Estilo de Bonsai Ishisuki (crescimento em rocha)

Neste estilo, as raízes da árvore estão crescendo nas fendas e buracos da rocha. Isto significa que não há muito espaço para as raízes se desenvolverem e absorverem nutrientes. As árvores que crescem em rochas nunca vão parecer realmente saudáveis. Portanto, deve ser visível que a árvore tem que lutar para sobreviver. É importante adubar e regar com frequência, porque não há muito espaço disponível para armazenar água e nutrientes. A rocha em que o Bonsai cresce é muitas vezes colocada em um vaso raso, que às vezes é preenchido com água ou cascalho fino.

Estilo de Bonsai Ikadabuki (balsa)

Estilo de Bonsai Ikadabuki (balsa)

Às vezes, uma árvore tombada pode sobreviver apontando seus ramos para cima. O sistema radicular antigo pode fornecer aos ramos os nutrientes necessários para sobreviver. Depois de um tempo, novas raízes vão começar a crescer, eventualmente assumindo a função do sistema radicular antigo. Os ramos antigos, que agora apontam para o ar, desenvolvem-se em troncos com múltiplas ramificações, como resultado do aumento do influxo de nutrientes. Estes novos troncos contribuem para uma única copa.

Estilo de Bonsai Sharimiki (madeira morta)

Estilo de Bonsai Sharimiki (madeira morta)

Com o passar do tempo, algumas árvores desenvolvem áreas ‘carecas’ ou sem casca em seus troncos, como resultado de condições climáticas adversas. A parte careca começa geralmente no local onde as raízes emergem do solo e crescem cada vez mais finas à medida que continuam até o tronco. A luz solar intensa esbranquiçará essas partes, formando uma parte muito característica da árvore. Com o Bonsai, a casca é removida com uma faca afiada e o local sem casca é tratado com sulfato de cálcio, a fim de acelerar o processo de esbranquiçamento.