O gênero Ligustrum pertence à família das oliveiras e consiste de mais de 50 subespécies perenes e decíduas e cultivares com uma diversidade de cores e formas de folhas.

As espécies mais comuns de ligustro (ou alfeneiro) incluem o ligustro chinês (Ligustrum sinensis), o ligustro japonês (Ligustrum japonicum), o ligustro com folhas ovaladas (Ligustrum ovalifolium), o ligustro com folhas brilhantes (Ligustrum lucidum) e o ligustro comum (Ligustrum vulgare). Os ligustros são pequenas árvores ou arbustos que podem se desenvolver em quase qualquer tipo de solo e aceitam muito bem o desbaste. Por este motivo, o Ligustrum é frequentemente utilizado para cercas vivas (sebes), o que pode ser uma fonte de bom material para bonsai de tronco grosso. As folhas da maioria das espécies de ligustros são ovaladas e opostas e as pequenas flores brancas perfumadas, que aparecem nas pontas dos brotos no verão, são seguidas de pequenas frutas pretas, moderadamente venenosas. O ligustro Bonsai é uma planta forte, aceita muito bem todas as técnicas de estilização de bonsai e é também uma boa escolha para iniciantes.

Se você precisar de ajuda para identificar sua árvore, experimente o nosso guia de identificação de árvores de Bonsai.

 

Orientações específicas de cuidados de bonsai para o ligustro (Ligustrum)

Posição: O ligustro prefere um local bem iluminado, com luz direta do sol por, pelo menos, parte do dia. Enquanto a maioria das espécies de ligustro precisa ser mantida ao ar livre e pode precisar somente de um pouco de proteção contra geadas fortes, o ligustro chinês (Ligustrum sinensis), por exemplo, também é vendido como uma árvore para interior e deve ser colocado dentro de casa durante o inverno.

Rega: Em dias quentes, o ligustro precisa de muita água e deve ser bem regado logo que o solo fique seco. No inverno, regue menos, mas tome cuidado para não deixar a raiz secar completamente. Se for utilizada água muito calcária, o ligustro pode apresentar sintomas de deficiência, como a clorose.

Alimentação: Coloque adubo orgânico sólido a cada quatro semanas ou utilize um adubo líquido uma vez por semana durante a estação de crescimento. Sempre aplique o adubo líquido sobre solo úmido.

Poda e Aramação: O ligustro aceita muito bem o desbaste e a poda e também pode ser feita sua desfolha. Se você quiser que sua árvore floresça, não corte os brotos antes do verão. Ao aramar o ligustro, tome cuidado para não danificar a casca macia dos ramos e galhos.

Transplante: Faça o transplante do ligustro a cada dois ou três anos. Ele aceita a poda de raízes muito bem. O ligustro não é muito exigente em relação ao solo, de forma que você pode utilizar uma mistura de solo padrão.

Propagação: O ligustro Bonsai é facilmente propagado a partir de estacas e também pode ser por alporquia. É possível desenvolver os ligustros a partir de sementes, mas estas demoram muito tempo para germinar.

Pragas e doenças: Os pulgões, as cochonilhas-de-escama, as moscas brancas e os gorgulhos podem atacar o ligustro, mas isto pode ser controlado com um inseticida específico. Se a planta murchar ou apresentar mofo, é necessário um fungicida especial.

Para obter informações mais detalhadas sobre estas técnicas, experimente nossa seção de cuidados de árvores de Bonsai.

 

 

Exemplo de uma árvore de Ligustrum (Bonsai Ligustro ou Alfeneiro Bonsai)

Ligustrum, Árvore de Bonsai de Ligustro