O junípero é o gênero de cerca de 50 a 70 espécies da família dos ciprestes. São árvores ou arbustos coníferos perenes, muito populares para fins de bonsai. As espécies mais populares são o junípero chinês (Juniperus chinensis) e o Shimpaku japonês (Juniperus sargentii). Estas espécies têm orientações de cuidados semelhantes.

As cores da folhagem variam do verde azulado escuro ao verde claro e a folhagem pode ser em forma de escamas ou agulhas. Os juníperos de escamas geralmente têm folhagem em forma de agulhas quando são jovens (chamada folhagem juvenil), a folhagem típica em forma de escamas aparece mais tarde. Após uma poda severa ou dobra, excesso de água ou outro estresse, a folhagem juvenil geralmente volta a se desenvolver. Pode levar alguns anos até que a folhagem normal em forma de escamas se desenvolva o suficiente e toda a folhagem em forma de agulhas possa ser removida.

Os cones em forma de bagas são redondos ou ovalados; dependendo da espécie, medem em torno de 2 cm; às vezes, diminuem para até 3 mm, e precisam de um ou dois anos para amadurecer. As sementes são redondas ou alongadas. Os cones geralmente são comidos por pássaros, que espalham posteriormente as sementes germináveis junto com seus excrementos.

Os juníperos são muito adequados para se criar madeira morta (jin e shari). Isto porque as nervuras vivas que ficam abaixo de um galho que está morrendo, por ter quebrado ou por outros motivos, vão secar e morrer. Isto resulta em uma madeira morta natural, que é descascada, polida e branqueada pelas condições climáticas e que é muito durável no caso do junípero. A tríade de folhagem verde, casca marrom-avermelhada ou marrom-amarelada e madeira morta branca prateada é muito atraente.

 

Identifique a sua espécie de junípero

Existem dois grupos de juníperos, um com folhagem em forma de escamas e o outro com folhagem em forma de agulhas.

As duas espécies mais populares de junípero para bonsai, do grupo com folhagem semelhante a escamas, são o junípero chinês e o Shimpaku japonês (que é uma variedade do junípero chinês que foi originalmente encontrada nas montanhas japonesas). Ambos têm folhagem em forma de escamas, com uma cor que varia do verde amarelado ao verde azulado ou verde acinzentado. O Shimpaku Itoigawa é muito popular devido à sua delicada folhagem verde esmeralda. Outras espécies incluem o Sabina, o junípero da Califórnia, o junípero das Montanhas Rochosas e o junípero da Sierra.

Existem também espécies de junípero populares com folhagem em forma de agulhas. O junípero agulha japonês (Juniperus rigida) tem agulhas afiadas, verde-escuras, que espetam a pele, elas apresentam uma linha branca estreita ao longo de seu comprimento. O junípero comum (Juniperus communis) é nativo da Europa, América do Norte, Ásia e Norte da África. Suas agulhas são afiadas, mas menores e mais delicadas do que as do junípero japonês.

Se você precisar de ajuda para identificar sua árvore, experimente o nosso guia de identificação de árvores de Bonsai.

 

Junípero Bonsai

 

Orientações de cuidados específicos de Bonsai para o Bonsai de junípero

Posição: Coloque a árvore ao ar livre, durante o ano todo, em um local claro, com muita luz direta do sol. O junípero não consegue viver dentro de casa. Durante o inverno, proteja a árvore quando as temperaturas caírem abaixo de -10 °C. Algumas espécies mudam a cor de sua folhagem durante os períodos muito frios para um marrom arroxeado, o que está ligado ao mecanismo de proteção contra geadas. Na primavera, elas ficarão verdes novamente.

Rega: Cuidado para não regar demais, pois as raízes do junípero não gostam de solo úmido. Antes de regar, o solo deve secar um pouco. A nebulização da árvore pode ser feita regularmente, especialmente depois que a árvore tiver sido transplantada, pois ela se beneficia da umidade do ar.

Alimentação: Utilize pelotas ou bolas de adubo orgânico normal todos os meses durante a estação de crescimento ou um fertilizante líquido a cada semana. Se for desejado um forte desenvolvimento, podem ser aplicados níveis um pouco mais altos de nitrogênio na primavera.

Bonsai de junípero barato

Poda: Para desenvolver as blocos de folhas, os brotos longos que se destacam na silhueta podem ser pinçados ou cortados na base com uma tesoura afiada, ao longo de toda a estação de crescimento. Não apare o junípero como se ele fosse uma cerca viva, pois a remoção de todas as pontas de crescimento vai enfraquecer a árvore, e o corte vai fazer com que as agulhas fiquem marrons. Quando os blocos de folhas se tornam muito densos, eles devem ser afinados com uma tesoura afiada na base. O Bonsai de junípero geralmente é uma árvore forte, que também suporta muito bem a poda agressiva. Mas ele não consegue brotar novamente a partir de partes da árvore que fiquem peladas; portanto, tenha o cuidado de deixar um pouco de folhagem em cada galho que você deseja manter vivo.

Aramação: Os juníperos que são produzidos para fins de bonsai já são aramados muito intensamente, na maioria dos casos, quando ainda são muito jovens. As formas dramaticamente torcidas são muito populares e correspondem às formas naturais que costumavam se desenvolver nas montanhas japonesas nos tempos antigos. Os juníperos podem ser fortemente dobrados, se necessário, envolvidos com ráfia ou fita como proteção, mas você deve ter cuidado com as partes que possuem madeira morta. Essas partes quebram facilmente. Se eles forem grandes e velhos, você pode separar a madeira morta para dobrar as partes vivas mais flexíveis. Os blocos de folhas devem ser aramados e ventilados após o desbaste, quando necessário, para permitir a entrada de luz e ar. Caso contrário, as partes internas dos blocos de folhas morrerão.

Transplante: Transplante a árvore de Bonsai de junípero uma vez a cada dois anos; árvores muito velhas, em intervalos mais longos, usando uma mistura de solo básica (ou um pouco mais drenante). Não faça uma poda muito agressiva das raízes.

Propagação: Use sementes ou estacas.

Aquisição de Bonsai de Junípero: Muitas espécies de junípero bem adaptadas, em diferentes tamanhos, são oferecidas na maioria dos viveiros. Frequentemente, você consegue encontrar uma boa matéria-prima de bonsai por lá. Em jardins, em vasos de concreto, e em cemitérios, sobre túmulos antigos que serão limpos, muitas vezes há juníperos bastante antigos, e, se você tiver sorte, o proprietário vai permitir que você desenterre um, por um pouco dinheiro ou uma nova planta. Os comerciantes especializados em Bonsai oferecem de tudo, desde plantas jovens, pré-bonsai e juníperos pré-estilizados até bonsai de alto valor, em vários estilos e formas.

Pragas / doenças: Se os juníperos forem bem cuidados e colocados em uma posição ideal, eles serão bastante resistentes a pragas. Às vezes, os juníperos podem ficar infestados de ácaros, cochonilhas-de-escamas de junípero, pulgões de junípero e moscas-mineradoras de agulhas de junípero, além de lagartas de teia de junípero, por exemplo. Os sprays de inseticida/miticida habituais ajudarão, mas você também deve encontrar a razão pela qual a árvore ficou propensa a infestação.

Para obter informações mais detalhadas sobre estas técnicas, experimente nossa seção de cuidados de árvores de Bonsai.

 

 

Exemplo de uma árvore de Bonsai de Junípero Foemina

Bonsai de Junípero